Buscar

OS SORVETES DE FIDEL CASTRO


Vencida a revolução, Fidel tinha a hercúlea tarefa de reconstruir a economia cubana A desastrosa reforma agrária de Batista tinha reduzido o país a minifúndios e até tomate e alface passaram a ser importados Ocorre que a preferência de Fidel por lácteos, notadamente sorvetes era notória. Mais notória ainda sua vontade de sobrepujar os Estados Unidos. Assim resolveu construir a maior sorveteria do mundo, que suplantasse os propalados 28 sabores do então famoso Howard Johnson’s Encarregou sua secretária fact totum, Celia Sanchez, do projeto. Célia chamou o arquiteto Mário Girona, um seguidor de Niemayer para o projeto e no dia 4/06/66 inaugurava a Coppelia ( balet preferido de Célia). As atendentes com uniformes alegóricos ao balLet e oferta de 26 sabores em homenagem a data de início da revolução, 26/7/53 e possíveis 25 combinações : tinha o Ensalada( 5 bolas numa tigelinha), o Suero ( milk shake), o Jimagua(2 bolas) que combinavam sabores como laranja com coco, coco com amêndoas, moscatel e outros A enorme construção em meio a um parque podia ( e pode até hoje) receber 1.000 clientes ao mesmo tempo Foi uma longa batalha: máquinas forma importadas da Suécia e da Holanda. O gado zebuíno cubano não era pródigo em leite. Importou-se gado Hereford da Inglaterra que não resistiu ao calor. Cruzamentos foram feitos e não resultaram, a não ser um único exemplar, uma vaca chamada Ubre Branca que bateu o recorde mundial , produzindo 110 l de leite num dia e que ganhou até estátua Em 2012, Hugo Chávez após tratar-se em Cuba assinou um acordo para abrir filiais da Coppelia na Venezuela, o que nunca ocorreu Hoje em dia, embora ainda frequentadíssima, as filas levam perto de 1 hora, reduziu sua oferta a 3 ou 4 sabores ao dia Vale lembrar que o emblemático filme cubano Fresas Y Chocolate, o primeiro a tratar da questão de gênero e concorrente ao Oscar de melhor filme estrangeiro, tem toda sua parte inicial filmada na Coppelia .

13 compartilhamentos Curtir Comentar Compartilhar

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo