Buscar

MEU PICANTE SEGREDINHO...


No séc.XVI, na cidade de Edo ( atual Tóquio), os herbolistas do Templo Sensõ-Ji de Yangenbori criaram uma mistura de ervas e temperos utilizados no combate a gripe e que passou a ser utilizada na cozinha como forma de prevenção. Inicialmente conhecida com o nome da região – Yagenbori, passou depois a ser conhecida como Shishi-mi Tõgarashi

( pimenta dos sete sabores).

Era uma mistura de pimenta vermelha em pó, pimenta japonesa( sanshô) em pó, casca de tangerina seca e ralada( Chenpi), gergelim branco, gergelim preto, gengibre seco ralado e alga marinha seca( nori ou aonori).

É tempero clássico para sopas e caldos, macarrões ou no gyüdon. Bolinhos de arroz, Agemoshi e Senebi ( todos feitos de arroz), não podem prescindir dele.

Comecei utilizando-o na forma prescrita pela culinária japonesa e, com o passar do tempo, acabei por experimentá-lo em outros preparos.

Posso afirmar com absoluta certeza, sem medo de errar, que é o mais perfeito tempero que um molho de tomates pode receber. Picancia no ponto exato e um sabor único

Meu gaspacho passou a outro nível depois que comecei a temperá-lo com Shishimi Togarqashi.

Sou fã de carteirinha da nossa Dedo-de Moça. Acho-a perfeita no equilíbrio picancia x sabor, mas acompanhando ou temperando o tomate, agora só Shishimi. Leio receitas italianas que pedem o peperoncino e já estico a mão para pegar o potinho de Shishimi

Recentemente postei as receitas de nossa Live mangia che te fa Bene, sobre a cozinha cantineira de São Paulo. Experimentem naquelas receitas, a substituição do peperoncino, da calabresa ou da pimenta do reino pelo shishimi. Vocês vão ficar surpresos com o resultado

Pronto, tá revelado meu picante segredo !

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo