Buscar

LITERATURA & GASTRONOMIA

Atualizado: 4 de mar. de 2021

Livros absolutamente clássicos e imortais quase sempre possuem, um paragrafozinho que seja sobre culinária ou refeições. Alguns deles tem até muito mais que isto, tornando-se referencias não só para a literatura como para a gastronomia. Em nossa Live de hoje no Instagram, passamos por muitos deles, contamos suas histórias, as circunstancias que levaram determinadas receitas a irem parar dentro de um clássico como, por exemplo Ulysses e ficou faltando as receitas, que com muito prazer, disponibilizo:


BACALHAU DE CEBOLADA - O PRIMO BASÍLIO - EÇA DE QUEIROZ

4 postas de bacalhau

800 g de batatas em rodelas

2 cebolas grandes fatiadas

3 dentes de alho laminados

5 col sopa azeite de azeite

1 folha de louro

sal e pim. do reino a gosto

folhas de coentro para decorar

1 pimentão grelhado, cortado em tirinhas

farinha de trigo para empanar o bacalhau

Na noite anterior, demolhe as postas de bacalhau, trocando a água de 2 a 3 vezes. Escorra, seque e passe as postas de bacalhau por farinha, leve-as a fritar numa frigideira com o azeite até que fiquem douradinhas de ambos os lados, retire-as e coloque-o numa assadeira.

Escorra metade do azeite, adicione a cebola, o alho e o louro ao restante azeite e deixe cozinhar até que a cebola comece a ficar douradinha. Tempere com sal e pimenta, e espalhe por cima do bacalhau.

Frite as batatas em óleo. Escorra-as sobre uma folha de papel toalha, coloque-as ao redor do bacalhau, leve ao forno a 180º por 5 minutos e sirva com as tiras de pimentões e as folhas de coentro salpicadas por cima.



CONSERVA DE LIMÕES SICILIANOS – MULHERZINHAS - LOUISA MAY ALCOTT

6 limões sicilianos bem lavados

6 col. sopa de sal

Corte 3 limões ao meio, no sentido do comprimento. Corte cada metade em quatro gomos, também no sentido do comprimento – cada limão deve totalizar 8 gomos. Com a ponta da faca, descarte os caroços de cada gomo.

Num pote de vidro com fechamento hermético, de boca larga e esterilizado, coloque os gomos de limão formando camadas e intercalando com o sal.

Esprema o caldo dos limões restantes e transfira para o pote, passando por uma peneira. Com uma colher de madeira, pressione os limões dentro do vidro – assim eles se acomodam melhor, liberam um pouco do próprio caldo e ficam imersos no caldo de limão.

Feche o pote e vire-o de cabeça pra baixo algumas vezes para dissolver o sal no caldo de limão. Atenção: o pote deve estar bem vedado. Mantenha o pote fechado em temperatura ambiente, de preferência longe do sol e repita este procedimento a cada dois dias, durante duas semanas no mínimo.

Após 15 dias, os limões estarão macios e o caldo da conserva ficará mais espesso e levemente opaco. Depois de pronta, mantenha a conserva na geladeira por até 6 meses – ela fica ainda melhor conforme o tempo passa.



TOMATES VERDES FRITOS - TOMATES VERDES FRITOS - FANNIE FLAGG

8 tomates caqui realmente verdes

2 xicaras de farinha de trigo

3 xícaras de farinha de rosca (nos EUA costumam utilizar farinha de milho)

1 col sopa de pim do reino branca

1 col sopa de sementes de dill ou dill em pó

1 col sopa de orégano

1 col chá de açúcar

4 ovos batidos

sal à gosto

Misture a farinha de rosca com a pim do reino, dill, orégano, açúcar e sal

Lave e corte os tomates em fatias de aproximadamente 1 dedo indicador de espessura

Tempere as fatias com sal e pim do reino

Passe-as na farinha de trigo, no ovo batido e depois na mistura de farinha de rosca

Deixe na geladeira por 30 minutos

Frite em óleo bem quente até dourarem de ambos os lados

Escorra em papel absorvente e sirva quente



O REI DE TODOS OS PUDINS DA RAINHA - ULYSSES - JAMES JOYCE

250 ml de leite integral

250 ml de creme de leite

1 col café de extrato de baunilha

½ xícara de açúcar

5 gemas de ovo ( guarde as claras para o merengue)

1 1/3 xícara de pão ralado

casca ralada de 2 limões

1 xícara de sua geleia de fruta preferida

Para o merengue:

5 claras de ovo

1 col sopa de açucar de confeiteiro

Aqueça o forno a 160º

Numa panelinha coloque o leite, creme de leite e baunilha.

Deixe ferver , mexendo de vez em quando, apague e reserve

Numa tigela bata as gemas e o açúcar até esbranquiçar

Sem parar de bater vá despejando o leite reservado

Coloque então, ainda sem parar de mexer, o pão ralado e a casca de limão

Coloque a mistura numa forma redonda que possa ir ao forno, untada com manteiga

Asse no forno pré aquecido por 20 minutos ou até a mistura crescer e endurecer ligeiramente. Retire do forno e reserve.

Bata as claras de ovo até o ponto de pico

Vá acrescentando então uma colher de açúcar por vez, sem parar de bater, até atingir a consistência de merengue

Aqueça a geleia de frutas para amolecer um pouco

Espalhe-a sobre o pudim pré assado

Cubra então com o merengue polvilhe um pouco de açucar de confeiteiro

Leve ao forno por 10 minutos ou até a superfície tornar-se dourada e crocante. Sirva quente



LECSO HUNGARO - NEM SÓ DE CAVIAR VIVE O HOMEM - J.M. SIMMEL

3 cebolas finamente fatiadas

200 g de toucinho ou bacon em cubos pequenos

200 g de paio cortado em fatias finas

200 g de linguiça fininha cortada em rodelas

300 g de carne ( originalmente de carneiro, pode substituir-se por coxão mole) em cubos

3 pimentões vermelhos sem sementes e gavinhas cortados em tirinhas

( pode-se misturar vermelhos e amarelos para dar cor ao prato)

1 lata de tomates pelados picados

1 col sopa de páprica defumada

sal e pim do reino a gosto

Numa panela derreta o toucinho e , se necessário, acrescente 1 a 2 col sopa de azeite

Junte a cebola e o paio e frite até dourar

Coloque então a carne e frite até dourar todos os lados

Acrescente o pimentão, cozinhe por 3 minutos e coloque o tomate

Baixe o fogo, cubra a panela e cozinhe por 8 minutos

Tempere com a páprica, sal e pim do reino




BOEUF EM DAUBE - AO FAROL - VIRGINIA WOOLF

1,5 kg de contra-file ou alcatre ou patinho em cubos

500 g de cebola fatiada

6 dentes de alho picados

6 ramos de tomilho

2 folhas de louro

1 garrafa de vinho tinto seco( a recita original recomenda Borgonha)

2 col sopa de azeite

500 g de bacon em cubos

250 g de cogumelos fatiados

2 cenouras em rodelas

casca ralada de ½ laranja

1 col sopa de açúcar mascavo

1 col sopá de maisena

2 col sopa conhaque

1 lata tomates pelados picados

Na noite anterior coloque a carne para marinar no vinho com as cebolas, alho e ervas.

No dia seguinte, coe e separe e reserve a carne, o vinho e cebola/alho/ervas

Numa panela de fundo grosso derreta e frite o bacon. Retire e reserve

Na mesma panela, doure todos os lados da carne, se necessário faça em lotes para não cozer a carne. Coloque junto com o bacon

Frite então a cebola/alho/ervas reservadas .Quando dourarem acrescente todos os outros ingredientes( inclusive o vinho reservado) menos a maisena e o conhaque

Quando ferver, retorne a carne, bacon e e cebola/alho/ervas

Cozinhe por 1 hora em fogo muito baixo

Ao final do cozimento, misture a maisena com conhaque e acrescente a panela. Tempere com sal e pim do reino



MOQUECA DE SIRI - DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS - JORGE AMADO

500g de carne de siri 300ml de azeite de dendê 3 cebolas picadas 8 tomates sem pele e sem sementes picados 1 pimentão vermelho sem sementes, em fatias finas 1 pimentão amarelo sem sementes em fatias finas 1 vidro pequeno de leite de coco 1 pimenta dedo-de-moça fatiada sem gavinha e sementes 1 maço de salsa picada sal

Em uma panela, aqueça o azeite e doure a cebola até ficar transparente. Acrescente os pimentões e deixe refogar por uns 10 minutos. Coloque a pimenta e os tomates picados e deixe ferver por mais 10 minutos. Adicione a carne de siri, tempere com sal e deixe ferver por mais 5 minutos. Para finalizar, coloque o leite de coco e a salsa picada.




RISOTO DE ASPARGODS COMPRESUNTO CRU = SEX AND THE KITCHEN – ALE GUERRA

1 litro de caldo de legumes

6 aspargos frescos

azeite de oliva extra virgem

1 colher sopa de alho-poró picado

200 g de arroz arbóreo

50 ml de cachaça ou vinho branco

1 colher sopa de manteiga

4 fatias de presunto cru

Em uma panela, aqueça bem o caldo de legumes. Se quiser, coloque

também as partes mais duras e aparas que tirar dos aspargos.

Em outra panela, coloque azeite suficiente para recobrir o fundo e

refogue o alho-poró por 1 minuto. Junte o arroz, misture e deixe

aquecer por 1 minuto.

Aí, despeje a cachaça (ou o vinho branco) e mexa até evaporar.

Depois, vá acrescentando o caldo aos poucos, uma concha de cada

vez, até que o arroz fique al dente*. Chegou ao ponto, desligue e

acrescente a manteiga. Misture bem.

A essa altura, você também já deve ter grelhado os aspargos em uma

frigideira com um pouquinho de azeite.

Depois de grelhados, corte-os em rodelas, que devem ser misturadas

ao risoto. Reserve as pontas dos aspargos para enrolar o presunto

cru e decorar o prato. Pique também pedacinhos de presunto cru

para incorporar ao risoto pronto.

* Al dente: o grão de arroz fica transparente, mas ainda tem um risquinho branco no meio. Se você morder, ele estará cozido, embora

ainda resistente à mordida.

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo