Buscar

SECOS & MOLHADOS

Ai vão as receitas citadas na Live de hoje. Uma mais gostosa que a outra, uma mais diferente que a outra. Lembrando que algumas são recriações e outras são as originais ( apontadas no texto). Divirtam-se e bom Apetite!

TACACÁ ( Receita da Loja Combu)


Assusta pela quantidade de ingredientes mas é facílima de fazer. A loja vende um kit com os principais ingredientes já porcionados para 4 cuias

Para o molho de TUCUPI

Tucupi: 1 litro

Alho: 05 g

Chicória do Pará fresca: 10 g

Alfavaca fresca: 2 g

Pimentinha verde: 10 g

Pimenta de cheiro: 01 g

Sal refinado: 5 g

Açúcar: 10 g

Para o CAMARÃO

Camarão seco: 250 g

Azeite de oliva: 10 ml

Para o JAMBU

Jambu: 200 g

Azeite de oliva: 05 g

Para a GOMA

Goma e mandioca: 10 g

Água: 200 ml

Camarões: Dessalgar os camarões por 6 horas em um recipiente com água,

trocando a cada 2 horas.

Depois de dessalgar os camarões, retire as cabeça e as patas. Pegue uma panela

e leve ao fogo para aquecer, despeje azeite suficiente para saltear os camarões.

Reserve.

Jambu: Descongele o jambu. Depois o coloque em um escorredor e jogue um pouco de água aquecida. Em seguida, esprema o jambu para tirar o excesso de água. Leve uma panela ao fogo, e assim que estiver aquecida, despeje um pouco de azeite, aqueça e salteie o jambu. Reserve.

Tucupi: Em uma panela coloque o tucupi, pimentinha de cheiro, pimentinha verde, alho, alfavaca, chicória, açúcar e o sal. Deixei em fogo baixo por 20 min.

Goma: Em um recipiente coloque um pouco de água para dissolver a

quantidade total da goma, o restante da água coloque em uma panela no fogo para aquecer, assim que estiver aquecida, despeje aos poucos a goma dissolvida, mexendo sempre a panela até que levante fervura. Desligue o fogo e reserve.

Montagem: Em uma cuia coloque uma colher de tucupi, depois despeje um pouco de goma. Acrescente o restante do tucupi, um pouso de jambu e os camarões.

CALDEIRADA PARAENSE

1,5 kg de Filhote

3 batatas cortadas em rodelas grossas

3 tomates em rodelas grossas

2 pimentões amarelos, sem sementes, em fatias grossas

1 pimentão vermelho, sem sementes, em fatias grossas

8 pimentas de cheiro cortadas em rodelas

1 pimenta dedo de moça, sem sementes, cortada em fatias finas

3 cebolas em pétalas

4 maxixes em rodelas grossas

Folhas de chicória picadas grosseiramente

Folhas de jambu inteiras

1 maço de cebolinha picada

1,5 xícara de tucupi verde, fresco

1,5 l de água

Azeite, sal a gosto

12 ovos de codorna cozidos

Refogue a cebola e a pim dedo de moça no azeite

Acrescente a água e o tucupi

Quando começar a ferver coloque a batata e o maxixe e deixe ferver por 10 minutos.

Acrescente o peixe e deixe ferver por mais 5 minutos

Coloque então a chicória, jambu, pimentões, pimenta de cheiro e a cebolinha

Por último, os ovos de codorna e acerte o sal

Sirva fumegante

MATJES HERING

1 arenque em salmoura

1 cebola fatiada

2 maçãs vermelhas

2 xícaras de creme de leite ( fresco)

2 col. sopa de vinagre branco

1 col. chá de açúcar

1/2 col chá de sementes de mostarda

1/2 col. chá de dill bem picado

Lave bem o arenque e deixe-o de molho por uma noite, trocando a água algumas vezes.

Abra-o, limpe e tire os dois filets, com cuidado para não quebrá-los.

Misture o vinagre, creme de leite, açúcar, sementes de mostarda e o dill.

Descasque e tire as sementes das maçãs, corte em fatias finas e coloque rapidamente na mistura de creme, para não escurecer.

Coloque os files numa travessa , cubra-os com a cebola e depois com a mistura de creme. Deixe tomar gosto por 2 horas no mínimo.

Sirva com uma batata cozida, sem casca.

HUMMUS DE TOMATES SECOS

½ xícara de tomates secos escorridos

450g de grão de bico cozido e escorrido( reserve ½ xícara da água do cozimento)

4 dentes de alho em purê

¼ xícara de Tahine

suco de ½ limão

2 col sopa de azeite

¼ xícara de água

sal e pim do reino a gosto

sumac para polvilhar

Processe os tomates com o alho por 30 segundos

Adicione o grão de bico e processe até obter uma pasta grossa

Adicione todos os outros ingredientes exceto o sumac

Se ficar muito grosso adicione mais um pouquinho de água

Sirva polvilhado com sumac e azeite

PEPINOS EM CONSERVA (KERKISS)

10 a 12 pepinos japoneses ( ou, melhor ainda, os holandeses, que são difíceis de achar)

8 ramos de endro

1 cabeça de alho bem esmagada

1 pimenta dedo de moça cortada em três pedaços

1 col sopa de coentro em grãos

1 col sopa de grãos de mostarda

1 folha de louro

2 ½ colheres (sopa) de sal

1 colher (café) de pimenta-do-reino em grãos

Lave e esterilize um pote de vidro para conservas.

Lave e escorra bem os pepinos.


Coloque-os no pote com o endro, o alho e a pimenta.

Encha uma panela com água suficiente para cobrir os pepinos. Acrescente o sal, coentro, mostarda , louro e leve ao fogo, mexendo de vez em quando, até que , colocando o dedo, não se suporte o calor

Cubra os pepinos com a água e guarde o pote em local escuro por 4 ou 5 dias. Não use tampa de rosca ou pressão, pois o vidro poderá explodir pela fermentação, mas garante que TODOS os pepinos estão cobertas pela marinada.

Depois de pronto, conserve na geladeira, para interromper o processo de fermentação.

Variações sobre um mesmo tema: Os judeus costumam utilizar esta mesma receita para tomates verdes, a polpa branca da melancia e repolho branco em tiras. Vale a pena experimentar.

SANGRITA MEXICANA

1 dose de suco de laranja

¾ dose de suco de limão

½ dose de molho de romã

sal

splash de molho inglês e molho de pimenta preferido ( sriracha)


Misture e coloque num copinho de tequila ( Caballito)

Sirva com outro caballito cheio de tequila e vá alternando os goles


ARROZ DE PATO ( receita do açougue Ao Porco Feliz)

1 pato inteiro 2 cebolas médias 3 folhas de louro 4 cravos da Índia 3 dentes de alho picados 1 xícara (chá) de vinho branco 1 xícara (chá) de bacon picado em cubos pequenos 1 linguiça portuguesa fatiada 1 tomate sem pele e sem sementes picado 3 colheres (sopa) de cheiro verde picado 2 xícaras (chá) de arroz 2 colheres (sopa) de azeite Sal a gosto

2 linguiças portuguesas defumadas, fatiadas e fritas Numa panela grande coloque o pato, 1 cebola cortada na metade, os cravos, as folhas de louro e sal. Cubra com água e leve ao fogo. Deixe ferver até que o pato esteja cozido (aproximadamente 30 minutos).

Retire o pato da panela para que esfrie. Coe e reserve o caldo que se formou.

Assim que conseguir manipular o pato, desfie-o grosseiramente. Descartando pele e ossos. Reserve.

Em outra panela aqueça o azeite. Refogue o alho, a cebola e o tomate. Junte o bacon e a linguiça e mexa até que comecem a ficar dourados. Acrescente o pato desfiado.

Coloque o arroz, o vinho branco e o caldo do pato reservado (junte água para completar 6 xícaras de líquido, caso tenha sobrado pouco caldo).

Abaixe o fogo, mantenha a panela semitampada e deixe cozinhar até que arroz fique cozido (aproximadamente 15 minutos). Junte o cheiro verde e misture.

Retire do fogo, espalhe as fatias de linguiça frita por cima e sirva imediatamente.

Dica da chef: O arroz de pato não deve ficar seco e soltinho. Ele é uma preparação mais caldosa, o que os portugueses chamam de arroz malandrinho.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo