Buscar

A CELEBRIDADE QUE NUNCA EXISTIU...

Qualquer pessoa que já entrou numa cozinha, em algum momento cruzou com o nome de BETTY CROCKER

Autora de 17 livros de culinária que venderam mais de 75 milhões de unidades, teve o primeiro e um dos mais longevos programa de culinária no rádio americano, além de programas de TV, merchandising em produtos alimentícios e utensílios de cozinha

Em 1945 foi eleita pela revista Fortune a segunda mulher mais conhecida do mundo, atrás apenas de Eleanor Roosevelt. Nesta mesma edição, a revista fazia uma revelação surpreendente: BETTY CROCKER nunca existiu !!

Vamos a história :

Em 1921 a Washburn Crosby, um dos moinhos que em 1930 junto com outros formaria a General Mills, fez uma pesquisa pelo jornalSaturday EveningPost para definir quem seria a All American Woman. Seu objetivo era dar um rosto a seu principal produto, a farinha Gold Medal

Chegaram a um nome que seria o mais americano dos nomes: Betty e deram-lhe o sobrenome de um dos falecidos fundadores da empresa : Crocker

Em 1924 vai ao ar o Betty Crocker Cooking School of the Air, primeiro programa de rádio a falar de culinária nos EUA e que ficou no ar por 45 anos

Quem escrevia o texto e emprestava a voz a Betty era uma diretora da empresa,

Marjorie Husted, que acabou por ser o Ersatz de Betty, falava por ela, escrevia por ela, respondia por ela

Em 1930 foi lançado o primeiro dos 17 livros, com a tiragem de 950.000 exemplares que se esgotaram em 3 meses

Nesta primeira fase os livros de Betty ensinavam o básico da cozinha, o cooking 101 como dizem os americanos. Durante a guerra, Betty ensinou os americanos a racionar e economizar e no pós-guerra, na fase de ouro do país, divulgou o conceito de Entertainment, a arte de receber, ensinando o uso de réchaud, popularizando receitas como a Fondue, o Coquetel de Camarões e o Queijo&Vinho

Em 1936 a pintora Neusa McMein faz a primeira pintura do rosto de Betty, que doravante sempre foi pintada. Nunca se utilizou modelos ou fotos

Em 1950 estréia o show de TV Betty Crocker Star Matinee, onde a atriz Adelaide Cummins personificou Betty por 20 anos, ensinando celebridades convidadas a cozinhar

O último retrato de Betty foi pintado em 1996, sintetizando por computador 75 biótipos de mulheres americanas e é utilizado até hoje

Possivelmente o maior fenômeno de marketing da história, Betty segue aparecendo em produtos e promoções em mais de 80 países no mundo inteiro

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo